Queimadas no Pantanal: entenda o que aconteceu com a água da região

O Brasil todo acompanha as notícias sobre as queimadas no Pantanal, um triste acontecimento que já ganhou proporções gigantescas, sendo que de janeiro ao início de setembro foram registrados 12,1 mil focos de calor no Pantanal, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Segundo a BBC NEWS (2020), este é o maior número desde 1999, quando o INPE iniciou um monitoramento que se tornou referência para verificar as queimadas no Brasil.

O fogo atingiu entre outras áreas o Parque Estadual Encontro das Águas que está localizado nas bacias hidrográficas dos rios Cuiabá, Piquiri, Cassange, Pirigara, Três Irmãos e Alegre e abrange uma área do pantanal rica em cursos de água, além de possuir a maior população de onças pintadas do planeta (CONEXÃO PLANETA, 2020).

 114388086 cce607d9 ccb3 49c8 a103 fe2afd24129d

Fonte: ROGÉRIO FLORENTINO/EPA e BBC NEWS

O Parque possui uma área de 108.900 hectares e abrange uma grande variedade de fauna e flora que são protegidas de exploração, mas lamentavelmente 77 mil hectares já foram atingidos pelo fogo de acordo com informação do Corpo de Bombeiros a BBC News (BBC NEWS, 2020).

Além disso, uma vasta área em todo Pantanal sofre com o fogo que tem avançado com rapidez, sendo que mais de 2,3 milhões de hectares já foram atingidos por queimadas (CENTRO NACIONAL DE PREVENÇÃO E COMBATE AOS INCÊNDIOS FLORESTAIS - PREVFOGO). De acordo com a BBC News (2020) e o Instituto SOS Pantanal este número representa mais de 15% de toda a extensão do bioma no Brasil. Isto é quase três vezes a região metropolitana de São Paulo, que abriga 39 municípios, ou 15 vezes a área da capital paulista.

Adicionalmente, o fogo colocou em riscos indígenas, cerca de 80 famílias do povo guató estão ameaçadas pelo fogo que avança sobre o Pantanal e sobre a Terra Indígena Baía dos Guató, 35 famílias do povo bororo da Terra Indígena Perigara tiveram 8,1 mil hectares consumidos pelos incêndios, mais de 75% de seu território (mais de oito mil campos de futebol em extensão), 12% (3,3 mil hectares ) da Terra Indígena Tereza Cristina foi também atingida pelo fogo (INSTITUTO CENTRO DE VIDA, 2020).

Sem inundação e com muito fogo

O Pantanal é conhecido por ser uma área bastante úmida, é considerado a maior planície inundável do mundo e este fenômeno ocorre durante a estação chuvosa que tem início em novembro e vai até abril, porém isto não ocorreu (NOTÍCIAS UOL, 2020).  Tudo ainda piora com a evaporação da água na estação seca, o rio Paraguai atingiu seu nível mais baixo desde o ano de 1973, disse Julia Arieira (Pesquisadora de clima da Universidade Federal do Espírito Santo). 

Os especialistas atribuem a seca ao aquecimento do Oceano Atlântico, o cientista da Nasa Doug Morton enfatizou que este fenômeno é causado por mudanças na temperatura do oceano conhecidas como Oscilação Multidecadal do Atlântico - o equivalente do Oceano Atlântico ao El Niño no Pacífico (NOTÍCIAS UOL, 2020).  

Assim, sem água e com muito fogo o Pantanal sofre com esse quadro desesperador que coloca em risco humanos, flora e fauna.

20200905150928 98ea18b615f9099d1700ee3a9042554aedbb00960cd8c7f6e82d72dd11268901

Fonte: Brasil, 2020 

Como o monitoramento pode ajudar a prevenir queimadas?

O monitoramento consiste em coletar sistematicamente dados ou informações para melhorar a eficácia de um determinado processo ou projeto, minimizar ou mesmo prevenir de algum dano, é de suma importância. Para monitoramento de queimadas o trabalho inicia-se com análise de imagens de satélites, estes visualizam comprimentos de onda que não são visíveis a olho nu, mostram a temperatura a que determinada área está exposta (REVISTA INCÊNDIO, 2016). Há mais de oito satélites usados para este tipo de monitoramento no Brasil e até 2016 o INPE tinha uma base de três mil cadastros para receber informações sobre queimadas (REVISTA INCÊNDIO, 2016).

O monitoramento de água também auxilia na prevenção contra queimadas, uma vez que se pode determinar a quantidade de água disponível em regiões mais secas em dado período e fenômenos atípicos e assim traçar planos emergenciais. O Programa Porque o Mundo Precisa de Água (POMPA) desta semana traz uma entrevista com o Gen. Fioravante e ele irá explicar um pouco sobre o trabalho do Comando Militar do Nordeste com abastecimento de água em regiões secas e também sobre a importância do monitoramento. 

Quer ajudar o Pantanal?

Se cada pessoa fizer um pouquinho já será uma grande ação. Você pode doar para diversas organizações que atuam na prevenção contra queimadas, ajudam no resgate de animais e retiradas de indígenas no Pantanal. Abaixo há uma lista de Organizações que você poderá pesquisar mais afundo e doar. 

Fonte de Informações:

BBC NEWS, 2020

CONEXÃO PLANETA, 2020

INSTITUTO CENTRO DE VIDA, 2020

NOTÍCIAS UOL, 2020

REVISTA INCÊNDIO, 2016

sustentabilidade, água no Brasil

O Instituto Água Sustentável promove o uso sustentável da água através do desenvolvimento de estudos, projetos e pesquisas e da realização de eventos científicos e educativos. 2020 © Todos os direitos reservados.